Dicas competição mountain bike

Melhore sua performance nas provas de mountain bike

Preparamos algumas dicas para você melhorar seu rendimento, independente do seu nível ou objetivo, seja para pegar pódio ou completar bem a prova. Para melhorar seu rendimento em uma prova de mountain bike, seja no XCO (circuito) ou no XCM (maratona), é preciso conhecer seus limites, o percurso, planejar a prova e estar com o equipamento e alimentação em dia.

Olhando dessa maneira, parece difícil mas com alguns passos e planejamento, é possível chegar ao dia da competição bem preparado e afiado para seu melhor desempenho em todas as esferas do mountain bike.

Então vamos às dicas!

Auto-avaliação

Para aqueles que não contam com o auxílio de um coach (treinador), o primeiro passo é fazer uma auto-avaliação. Testes físicos recorrentes com a coleta de dados de sensores como velocidade, frequência cardíaca e/ou potência ajudam a calibrar o seu esforço e entender seu corpo durante um treino ou competições. Ferramentas analíticas como o programa WKO e/ou a plataforma web TrainingPeaks facilitam bastante esse processo.

Conheça a prova

Na era da comunicação e informação, plataformas como o Strava e/ou websites dos organizadores fornecem informações valiosas sobre a prova que você participará em breve. Avalie a altimetria, distância, características do terreno (nível técnico), inclinação média das montanhas mais longas, tempo dos adversários e tudo o que for possível. Se o percurso for delimitado com antecedência, tente fazer um ou dois treinos no local para conhecer as reais demandas da competição. Plataformas como o BestBikeSplit que utilizam modelos biológicos e físicos para prever a sua performance tornam esse processo ainda mais preciso.

Treinos

São recomendadas 20 a 24 semanas de treinos consistentes e progressivos para uma boa preparação. Use as informações da sua auto-avaliação para conhecer o seu ritmo e aumente gradativamente a frequência, duração e intensidade dos seus treinos. Lembre que um dos princípios mais importantes do treinamento esportivo é o da especificidade, ou seja, o seu treinamento precisa ser focado nas demandas das suas provas principais.

Recuperação

O período de recuperação é fundamental pois o seu corpo fica mais forte quando está descansando e se preparando para vencer os próximos treinos e competições. Esse processo pode ser ativo ou passivo e deve ser monitorado atentamente. Respeite o tempo que seu corpo precisa para recuperar e acelere a sua evolução atlética.

Alimentação

A alimentação e hidratação são fundamentais para um desempenho ótimo em competições com mais de 60 minutos. De acordo com pesquisas recentes em nutrição esportiva, durante seus treinos e competições o recomendado é ingerir aproximadamente 60-90 gramas de carboidratos simples por hora e líquidos suficientes para não perder mais que 2% do seu peso (massa corporal) ao início do treino ou competição.

A bike

Independentemente do nível do equipamento que você tem, a manutenção deste com ajustes, regulagens e calibragens profissionais é muito importante para o máximo de performance. Várias vezes, atletas que poderiam pegar pódio ficam para trás por causa de correntes arrebentadas ou até mesmo pneus sem a calibragem adequada. Neste processo são necessários profissionais de confiança que cuidem do seu bike fit (ajuste da bike ao seu corpo) e da manutenção da sua bike.

Por fim, chegamos à tão esperada prova!!

No dia da prova, o mais importante é manter o pensamento positivo e lembrar que você fez o seu melhor para estar ali. Controle sua ansiedade pois muitos atletas na empolgação dos primeiros minutos de competição fazem muita força e ficam sem energia no final. Lembre dos treinos e dos seus limiares e capacidades físicas. Use dados como potência ou frequência cardíaca alinhados ao seu conhecimento prévio da prova para manter um ritmo forte mas controlado e que te leve assim até o final.

Quer saber mais? Assine nosso boletim informativo através desse link.

Escrito por Fabiano C. Araujo
Última revisão: 07-mai-2019